Início

Batalha/AL - Segunda-feira , 16 de Outubro de 2017
 

 

NOTÍCIAS

Notícias
 Enquete

nenhuma Enquete encontrada!


22/06/2017 às 12h38min - Atualizada em 22/06/2017 às 13h20min
 
  Curtir
TAMANHO DA FONTE A- A+
Samu diz que vai quitar dívidas e tirar das oficinas ambulâncias paradas

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) passa por um momento crítico, já que praticamente metade da frota de ambulâncias está inoperante devido a problemas de manutenção. O supervisor geral do Samu, Major Dárbio Alvim, disse ao CadaMinuto nesta quinta-feira (22) que alguns dos veículos devem retornar às ruas nos próximos dias, que é quando está previsto o término dos reparos.

Atualmente o Samu de Alagoas conta com 54 viaturas, distribuídas entre Maceió, Arapiraca e outros 35 municípios para atender todo o estado. Porém, por conta do grande número de atendimentos, 22 veículos estão no conserto há dois meses, o que tornou mais demorado o atendimento e contribuiu para a sobrecarga das equipes em serviço.

Em Arapiraca o serviço não paralisou porque o Corpo de Bombeiros emprestou duas viaturas para reforçar os atendimentos.

“Só na capital o Samu realiza uma média de 200 atendimentos por dia, a frota já é considerada antiga, quase 80% dos veículos possuem mais de 5 anos e é necessário realizar a troca por novas, já que são carros que trabalham 24 horas por dia. Temos parte da frota parada, mas estamos resolvendo as pendências para que esses carros voltem a atividade nos próximos dias”, garantiu o Major Dárbio.

Ele explicou que algumas ambulâncias devem ter os serviços de reparo mecânico concluídos ainda esta semana e parte delas na próxima semana, além de quitar junto às oficinas mecânicas os pagamentos que estavam atrasados.

“Em julho chegam mais 20 das 40 viaturas que foram compradas pelo Estado para substituírem os veículos mais antigos. No final do ano passado o governo comprou outras 10 viaturas e a previsão é que a frota seja totalmente renovada. É importante destacar que foram gastos cerca de R$ 8 milhões para a compra dessas 40 novas viaturas e foram recursos próprios. O governo do estado não está mais esperando o Ministério da Saúde para realizar esse procedimento”, disse.

Alvim disse ainda que o Estado pretende adquirir 10 viaturas para o Corpo de Bombeiros e outras 15 unidades de transporte sanitário. “Esses veículos serão importantes para desafogar as principais unidades de saúde”, completou.

Fonte: Cadaminuto





Comentários

Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Sertão em Foco ou de seus colaboradores.


  OUTRAS NOTÍCIAS
 Publicidade

Copyright© 2017 - Sertão Em Foco - Todos os direitos reservados.

  Developer/Hospedagem By