Início

Batalha/AL - Quarta-feira , 17 de Janeiro de 2018
 

 

NOTÍCIAS

Notícias
 Enquete

nenhuma Enquete encontrada!


14/12/2017 às 10h40min - Atualizada em 15/12/2017 às 10h35min
 
  Curtir
TAMANHO DA FONTE A- A+
Programa Escola 10 registra avanços em menos de um ano de execução

O Programa Escola 10 - união de forças entre Estado e Municípios na busca por melhores índices na educação pública de Alagoas - já apresenta resultados positivos em menos de um ano de execução. Segundo dados levantados pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), houve uma melhoria de 20% na proficiência em língua portuguesa e matemática entre alunos de 5º e 9º anos das redes municipal e estadual.



O anuncio foi feito na noite de terça-feira (12) durante a solenidade de premiação do Programa Escola 10, no Centro de Convenções, onde foram homenageadas pessoas que, em cada um dos 102 municípios alagoanos, coordenaram experiências exitosas do programa.



A porcentagem de 20% é referente ao intervalo de aplicação entre a primeira e segunda edições da Prova Alagoas, realizada em março e outubro. A ferramenta avaliou o desempenho em língua portuguesa e matemática entre 80 mil alunos do 5º e 9º anos das redes municipais e estadual. A partir do resultado da avaliação, as redes de ensino puderam identificar as principais dificuldades de aprendizagem entre seus alunos e implantar estratégias e políticas para a resolução destas demandas.


Presente ao evento, o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, comemorou os resultados. “Hoje celebramos o compromisso e a dedicação de cada pessoa que, em seu município, fez diferença para o sucesso do Escola 10. Não importa se o estudante é de rede municipal ou estadual, todos nós precisamos nos nutrir da energia um do outro para buscar melhorias na educação ofertada para nossos jovens. Em 2018, que possamos fazer muito mais e dar mais oportunidades para a juventude alagoana”, ressaltou o secretário.



Avanços


A superintendente do Sistema Estadual de Educação, Wilany Felix, diz que, em algumas redes municipais, os avanços foram ainda maiores, chegando a melhorias de 40% em quatro meses. “Para se ter ideia, em outras avaliações de larga escala, resultados como estes só se alcançam em um período de dois anos. Nós conseguimos isso em quatro meses, fruto de um trabalho intensivo em todo o Estado”, explicou a superintendente, ressaltando ainda que o próximo passo do programa é a redução da reprovação escolar entre os estudantes da rede pública.


O presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Marcelo Beltrão, disse que o Escola 10 é uma ação inovadora. “Trata-se de uma parceria muito positiva onde Estado e municípios pensam juntos para a melhoria da aprendizagem dos estudantes alagoanos. O governador Renan Filho e o secretário Luciano Barbosa estão de parabéns pela iniciativa”, afirmou.


Na ocasião, houve ainda a liberação da segunda parcela do Prêmio Ib Gatto Falcão para as escolas municipais de ensino fundamental que tiveram os melhores desempenhos no Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb). Cada unidade vai receber a quantia de R$ 10 mil.


Também foi feita homenagem à estudante Vitória Ferreira, aluna da rede municipal de Joaquim Gomes e única estudante de redes municipais aprovada no processo seletivo para estudar na escola de ensino médio modelo que o Sesc possui no Rio de Janeiro.




Experiências exitosas são premiadas



O fortalecimento da formação de professores e o acompanhamento pedagógico das Secretarias Municipais de Educação (Semeds) contribuíram para os resultados positivos que os municípios alagoanos registraram em menos de um ano de execução do Programa Escola 10.



No município de Colônia Leopoldina, na região norte do Estado, foram feitos encontros quinzenais com cerca de 20 professores. As ações beneficiaram mais de mil estudantes do 5º e 9º anos da cidade.



“Percebemos que, após esse trabalho, alunos que tinham dificuldade para interpretação de texto melhoraram sua proficiência”, observa a articuladora de ensino da Semed, Rosilene Maria da Silva.


A secretária de Educação de Colônia Leopoldina, Alessandra Costa, comemora os resultados alcançados. “Já registramos melhorias nos índices de aprovação de nossos alunos, trabalho que é consequência de um acompanhamento pedagógico”, conta.




Desempenhos no Ideb


No município de Coruripe, a meta foi a superação. Detentor de um dos melhores desempenhos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Alagoas, o município do litoral sul apostou na troca de experiências entre as suas escolas.


“Todas as escolas se engajaram, não mediram esforços. Realizamos encontros periódicos, intensivões, gincanas, onde tanto professores como alunos puderam discutir ideias”, recorda Fabiana Rocha, articuladora de ensino da Semed Coruripe.



Reconhecimento


Os prefeitos e secretários de Educação presentes ao evento destacaram a importância do reconhecimento das ações exitosas do Escola 10 nos municípios.


“É um prazer vermos que a educação pública está tomando novos rumos. Hoje, temos uma disputa muito saudável entre os municípios na busca por melhores resultados”, destaca o secretário de Educação de Coruripe, Artur da Rocha.


O prefeito de Roteiro, Vladimir Brito, pensa da mesma forma. “Receber o Prêmio Escola 10 é uma alegria imensurável. Mostra que estamos no caminho certo”, observa o gestor.

Fonte: AgênciaAlagoas





Comentários

Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Sertão em Foco ou de seus colaboradores.


  OUTRAS NOTÍCIAS
 Publicidade

Copyright© 2018 - Sertão Em Foco - Todos os direitos reservados.

  Developer/Hospedagem By